MEDICINA

Medicina

O curso

A Medicina é a área do conhecimento que investiga a natureza e as causas das doenças humanas, atuando na prevenção, no tratamento das doenças e na promoção e na reabilitação da saúde. O médico faz diagnósticos, solicita exames, prescreve medicamentos, orienta cuidados e faz cirurgias. Por essa razão, o curso forma profissionais aptos a trabalharem de maneira ética frente ao paciente e à comunidade, com visão humanística e com senso de responsabilidade.

O profissional formado no curso poderá atuar na atenção primária à saúde (unidades básicas de saúde, domicílios, creches, escolas etc), na atenção secundária (clínicas de especialidades, hospitais de pequeno e de médio porte, SAMU etc) e na atenção terciária (hospitais com alta complexidade em tecnologia dura – equipamentos de alto custo).

Pesquisas apontam que Medicina é a carreira que tem a melhor média salarial e com a maior taxa de empregabilidade no país. O mercado de trabalho para esse profissional é amplo, com oportunidades em todas as especialidades. Os estados do Sul, do Sudeste e do Centro-Oeste são os que oferecem os melhores salários e que concentram o maior número de médicos, mas trabalhar no interior também é uma opção interessante, já que muitos municípios carecem de profissionais da área.

Ementa: A DISCIPLINA DE HABILIDADES PROFISSIONAIS CONSTITUI-SE DE UM PROGRAMA ESTRUTURADO LONGITUDINALMENTE ATRAVÉS DO QUAL O ESTUDANTE DESENVOLVE CAPACIDADES NECESSÁRIAS PARA O EXERCÍCIO DA PRÁTICA PROFISSIONAL

Ementa: A INESC pretende colocar o aluno precocemente em contato com atividades de atenção à saúde na comunidade, fazê-lo conhecer uma Unidade de Atenção Primária à Saúde (UAPS) e como se desenvolve a rotina de uma Equipe de Saúde da Família (ESF) e como está sendo estruturado o atendimento às necessidades da sua área de abrangência; proporcionando aos discentes o trabalho em equipe multiprofissional e interdisciplinar.

Ementa: A metodologia da aprendizagem baseada em problemas (ABP). A Aprendizagem baseada em problemas como ferramenta de auto-aprendizagem. A interdisciplinaridade como forma de entendimento do homem e suas relações com o meio ambiente em que vive. Técnicas de estudo das células, tecidos e órgãos. Os princípios e diretrizes que regem o SUS. A necessidade de políticas sociais como mecanismo necessário para melhoria dos indicadores de saúde e estabelecimento de políticas de saúde. A epidemiologia e o contexto histórico-econômico, como instrumento de entendimento e estabelecimento de projetos de saúde comunitária. A importância da ética e bioética nas relações médico-paciente, médico sociedade, cidadania, religião e saúde. Os aspectos emocionais envolvidos na prática médica e a importância do autoconhecimento e a busca constante da motivação para o exercício profissional com qualidade. As influências das relações sociais e da estratificação da sociedade na promoção e manutenção da saúde. Introdução ao estudo da morfologia macro e microscópicas, imagenologia e processos patológicos.

Ementa: A sexualidade, reprodução, fertilidade, hereditariedade, e as formas de concepção na modernidade. O processo de fecundação, e as transformações por que passa o organismo da mulher para este fenômeno e a gestação. Embriogênese, os folhetos e anexos embrionários, a membrana placentária, o desenvolvimento fetal e a teratogênese. Função da membrana hematoplacentária descrevendo a circulação fetal. As formas de concepção, a dinâmica psicossocial da gravidez, as influências culturais, a formação do vínculo afetivo, o papel moral e social da família. Políticas Públicas relacionadas ao Planejamento Familiar e ao Programa de Pré-Natal. Aspectos éticos e legais da interrupção da gestação. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo. Observação de peças anatômicas e modelos do aparelho genital feminino e masculino, observação de Lâminas de mitose e meiose, observação de modelos, lâminas peças anatômicas com membranas fetais e placenta, teste de gravidez, lâminas de nipófise, testículo, ovário epidídimo, próstata, útero, cérvix e vagina

Ementa: As transformações dos alimentos no tubo digestório. Anabolismo e catabolismo, relacionado ao armazenamento, produção de energia e à estrutura corporal. As principais fontes alimentares e sua composição. Macro, micro e oligonutrientes e as necessidades nutricionais do ser humano. Os hábitos alimentares e a influência sócio-cultural sobre eles. Desnutrição, subnutrição e obesidade. Vias metabólicas de síntese e degradação dos nutrientes. Substâncias envolvidas na regulação dos processos metabólicos. Adaptações metabólicas ao jejum. A integração das vias metabólicas e os mecanismos de regulação do metabolismo. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo. Observação de peças anatômicas e modelos do aparelho digestivo e anexos, lâminas de estruturas celulares, avaliação de atividade enzimática (pâncreas), secreção biliar e absorção de lipídeos, lâminas histológicas da cavidade bucal e glândulas anexas.

Ementa: Estudo de temas clássicos e contemporâneos essenciais para o entendimento da configuração do mundo atual nas perspectivas histórica, antropológica, sociológica e filosófica. Compreensão dos aspectos caracterizadores da formação cultural brasileira, sob a ótica das relações étnico-raciais e da história e cultura afro-brasileira, africana e indígena. Reflexão das temáticas relacionadas à educação ambiental. Análise dos principais aspectos relacionados aos direitos humanos.

Carga Horária Total do Semestre: 640 horas.

Ementa: A DISCIPLINA DE HABILIDADES MÉDICAS EM UM CURSO DE MEDICINA QUE SE UTILIZA DE METODOLOGIAS ATIVAS CONSTITUI-SE DE UM PROGRAMA EDUCATIVO ESPECÍFICO, ESTRUTURADO LONGITUDINALMENTE, QUE VISA DESENVOLVER CAPACIDADES NECESSÁRIAS AO EXERCÍCIO ADEQUADO DA MEDICINA.O PROGRAMA COMPREENDE O TREINAMENTO DE HABILIDADES DE INFORMÁTICA, DE COMUNICAÇÃO E CLÍNICAS COMO REALIZAÇÃO DA HISTÓRIA DO PACIENTE, SEU EXAME FÍSICO, DE PROCEDIMENTOS MÉDICOS, DE EXAMES LABORATORIAIS. TODO ESTE PROCESSO TENDO COMO EIXOS ESTRUTURANTES A ABORDAGEM CENTRADA NA PESSOA, A PROMOÇÃO DA SAÚDE, PREVENÇÃO DE AGRAVOS E A CURA.

Ementa: O INESC pretende colocar o aluno precocemente em contato com atividades de atenção à saúde na comunidade, fazê-lo conhecer e participar das atividades desenvolvidas pela Equipe de Saúde da Família relacionadas ao acolhimento, a atenção prestada aos usuários hipertensos e diabéticos, o sistema de referência e contra-referência, medidas preventivas que visam evitar complicações agudas e crônicas dessas patologias, bem como conhecer os programas governamentais voltadas para hipertensão e diabetes e sua eficiência no controle dessas patologias. Além disso o aluno deverá reconhecer o papel atribuído a cada profissional da equipe de saúde na assistência prestada ao usuário.

Ementa: Mecanismos de controle neuro-endócrino das funções orgânicas envolvidas na manutenção do meio interno. Papel do sistema neuro-endócrino no controle das funções: respiratória, cardiovascular, urinária, digestória, ritmo circadiano e termorregulação. A influência ambiental (altitude, temperatura, umidade relativa do ar e outros) no equilíbrio do meio interno. Mecanismos de comunicação intra e intercelular para integração das funções orgânicas. Mecanismos pelos quais o ciclo circadiano e suas alterações influenciam o meio interno. A influência do estresse na homeostase. Mecanismos de automatismo, ciclo cardíaco e controle da PA, assim como o controle da hemostasia na manutenção da homeostase. O papel dos rins na manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico. Função do sistema renina, angiotensina, aldosterona no controle da PA. Mecanismo de controle do ciclo respiratório, mecânica respiratória, ventilação, perfusão, difusão e sistema tampão na homeostase. Mecanismos de funcionamento dos tampões biológicos na manutenção do equilíbrio ácido-básico. A função renal na manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico. Controles central e periférico da temperatura. Mecanismos de digestão, absorção, excreção. Mecanismo de controle dos movimentos peristálticos. Abordagem do indivíduo em sua integralidade (social, biológico e psicológico). Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo. Observação da mecânica respiratória in vivo, estudo em modelos do trato digestivo alto e caixa torácica, histologia do pulmão, modelos de difusão e transporte de gases, modelos de fisiologia respiratória, histologia das hemácias e capilares, farmacologia do álcool e drogas adrenérgicas, histologia do sistema urinário.

Ementa: Os diversos tipos de agentes agressores (físicos, químicos, biológicos e psicossociais). Mecanismos de agressão pelos agentes biológicos: fungos, vírus, bactérias, protozoárias e helmintos. Mecanismos de agressão pelos agentes químicos. Mecanismos de agressão pelos agentes físicos: temperatura, radiações e trauma mecânico. Mecanismos de agressão psicossociais com ênfase em estresse, doenças ocupacionais e psicossomáticas. A influência dos aspectos genéticos, nutricionais e psicológicos nos sistemas de defesa do organismo. O papel da imunidade inata e adquirida no mecanismo de defesa. Mecanismos de defesa específicos e inespecíficos. Mecanismos da inflamação aguda e crônica. Mecanismo da resposta imune celular, humoral e o desenvolvimento da memória imunológica. Mecanismos envolvidos na imunização ativa e passiva. As imunodeficiências congênitas e adquiridas. Os tipos de resposta de hipersensibilidade (Tipo I, II, III, IV) e suas principais diferenças. Mecanismos de lesão celular reversível e irreversível e descrever os mecanismos de reparação tecidual. A lesão celular e os processos de adaptação e/ou morte celular. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo. Imunologia e Histologia dos órgãos linfóides, histopatologia da cicatrização. Fagocitose alterações do leucograma, testes bacteriológicos, virologia, imunologia da dengue, leishmaniose, malária, farmacologia da histamina e antihistamínias, histologia e parasitologia e patologia a schistosomose.

Ementa: O sistema de saúde do Brasil – SUS: suas origens, princípios e implantação. Os níveis de atenção à saúde primário, secundário e terciário. Sistema de regulação médica, destacando os mecanismos de referência e contra-referência de rotina e em caso de urgência e emergência.O atendimento prestado pelo SAMU e Resgate. O funcionamento do Programa de Agentes Comunitários em Saúde e o Programa de Saúde da Família. Sistema suplementar de Saúde do Brasil. Princípios de cidadania e seus aspectos sociais e legais, com ênfase na relação médico- paciente e nos princípios da ética médica. Os indicadores de saúde e como são obtidos. Interpretar os principais índices epidemiológicos utilizados na prevenção e promoção da saúde. A atuação da vigilância epidemiológica e da vigilância sanitária. Importância da notificação compulsória de doenças nos estudos epidemiológicos. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo. Conhecimento das funções de uma Unidade Básica de Saúde, Hospital Secundário e Secretaria Municipal de Saúde

Ementa: A noção de linguagem como interação e o domínio de mecanismos linguísticos (gramaticais) e discursivos que permitam ao usuário da língua não só a leitura eficiente de textos variados, mas também a produção deles, a fim de que possa interagir e atuar sobre o(s) outro(s), social e profissionalmente.

Carga Horária Total do Semestre: 640 horas.

Ementa: A disciplina de habilidades médicas em um curso de medicina que se utiliza de metodologias ativas constitui-se de um programa educativo específico, estruturado longitudinalmente, que visa desenvolver capacidades necessárias ao exercício adequado da medicina.o programa compreende o treinamento de habilidades clínicas como realização da história do paciente, seu exame físico, de procedimentos médicos, de exames laboratoriais. Todo este processo tendo como eixos estruturantes a abordagem centrada na pessoa, a promoção da saúde, prevenção de agravos e a cura.

Ementa: Monitoramento do crescimento infantil para a promoção e manutenção da saúde, através do uso das tabelas de curva de crescimento. Programas do ministério da saúde/SUS relacionados à atenção a saúde da criança e do adolescente, bem como de saúde perinatal. Programas de imunização disponíveis para prevenção de doenças infectocontagiosas, e o calendário oficial de vacinas. Programas de atenção à saúde do idoso e campanhas de vacinação dos idosos.

Ementa: Processos patológicos múltiplos e concomitantes que afetam o idoso. Causas de adoecimento mais comuns nos idosos. As doenças que ocorrem exclusivamente na população idosa. Doenças que acometem outras faixas etárias e que nos idosos apresentam manifestações não habituais. Importância da humanização do atendimento à população idosa e suas particularidades. Particularidades das necessidades nutricionais na população idosa. Importância da abordagem multiprofissional no paciente idoso. Políticas públicas que privilegiam a população idosa, bem como a legislação relacionada a esta população. Aspectos Morfofuncionais (normais e patológicos) e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: Padrões de crescimento normal, assim como suas alterações (desnutrição/obesidade) e as principais causas de mortalidade infantil em nosso meio. Importância e utilidade da monitorização do crescimento por meio de curvas pôndero-estaturais. Utilidade da aplicação dos programas de vigilância nutricional do Ministério da Saúde (SISVAN). Importância global do aleitamento materno para o crescimento e o desenvolvimento do ser humano, principalmente em relação à prevenção de doenças, ou seja, sua contribuição no desenvolvimento da imunidade. Principais carências nutricionais e suas manifestações na infância. Importância dos aspectos ambientais e do saneamento básico na gênese das doenças. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: O processo de desenvolvimento do sistema nervoso e as regiões do encéfalo. Consciente e inconsciente e as áreas encefálicas responsáveis por essas propriedades. Vias sensitivas responsáveis pelo tato, olfato, paladar, visão, audição e os mecanismos de interpretação destes sentidos. Mecanismo de sono e vigília. Mecanismo de aprendizagem e memória. O sistema límbico e suas funções. As fases do desenvolvimento da personalidade relacionando às influências familiares, sociais e genéticas. Inteligência emocional. Os receptores e os mecanismos responsáveis pela propriocepção, o equilíbrio e a dor. As escalas de avaliação dos níveis de consciência relacionadas ao trauma, à sedação, aos aspectos psicológicos e à função cognitiva. Dados epidemiológicos relacionado aos distúrbios sensoriais. O estresse como causa e conseqüência de distúrbios sensoriais. Doenças psicossomáticas e relacioná-las aos distúrbios sensoriais. As bases farmacológicas das interações medicamentosas, drogas de abuso, anestésicos e psicotrópicos, como agentes que interferem nos níveis de consiência e percepção, podendo gerar alterações de ordem emocional. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Carga Horária Total do Semestre: 560 horas.

Ementa: A disciplina de habilidades médicas em um curso de medicina que se utiliza de metodologias ativas constitui-se de um programa educativo específico, estruturado longitudinalmente, que visa desenvolver capacidades necessárias ao exercício adequado da medicina. O programa compreende o treinamento de habilidades de comunicação, de informática e clínicas como realização da história do paciente, seu exame físico, de procedimentos médicos, de exames laboratoriais. Todo este processo tendo como eixos estruturantes a abordagem centrada na pessoa, a promoção da saúde, prevenção de agravos e a cura.

Ementa: O INESC IV pretende colocar o aluno precocemente em contato com atividades de atenção à saúde na comunidade, fazê-lo conhecer e participar das atividades desenvolvidas pela Equipe de Saúde da Família relacionadas ao paciente com câncer (acolhimento, diagnóstico, referência, contra-referência e demais ações preventivas) e assistência prestada às mulheres (assistência ao pré-natal, puerpério, coleta de citologia, planejamento familiar, climatério, menopausa e e demais ações preventivas). Identificar rotinas e protocolos, medidas preventivas de patologias mais comuns, bem como conhecer os programas governamentais voltadas para os pacientes com câncer e para saúde da mulher. Além disso o aluno deverá reconhecer o papel atribuído a cada profissional da equipe de saúde na assistência prestada a(o) usuária(o).

Ementa: O ciclo celular normal e seus mecanismos de controle. Causas de alterações do controle do ciclo celular (patogenia das neoplasias) e as formas naturais de defesa e falha deste mecanismo no estabelecimento de neoplasias. As neoplasias mais prevalentes, a prevenção, diagnóstico, tratamento e prognóstico. Alterações celulares com as alterações nas funções dos órgãos envolvidos. Sinais e sintomas das neoplasias correlacionando-os com o aparecimento e evolução da doença. Alterações psicossociais que envolvem o paciente com neoplasia, os familiares e cuidadores. Principais métodos e avanços no tratamento e prevenção das neoplasias. O estadiamento dos tumores e a importância do conhecimento do mesmo para o tratamento e prognóstico. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo

Ementa: Modificações fisiológicas do organismo feminino desde a infância ate a senilidade, observando os aspectos social, econômico, intelectual e psicológico da mulher na diferentes fases da vida. O ciclo menstrual e analisar suas alterações. Patologias ginecológicas mais prevalentes e os programas de prevenção. A fisiologia da gravidez e as patologias obstétricas mais prevalentes. O trabalho de parto, seu mecanismo , complicações e indicações. Climatério, menopausa e terapia hormonal. Lactação e o aleitamento materno. Aspectos psicológicos envolvidos desde a adolescência ate a fase pós menopausa. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: Epidemiologia das intoxicações exógenas (metais pesados, solventes orgânicos, medicamentos, radiações, venenos animais, venenos vegetais). Epidemiologia de doenças infecciosas e parasitárias associadas a ações ambientais (desmatamento, esgoto, resíduos hospitalares). Fisiopatologia das doenças infecciosas e parasitárias associadas a ações ambientais e discutir o diagnóstico diferencial. Fisiopatologia das intoxicações exógenas e discutir o diagnóstico diferencial. Tipos de poluição ambiental e os principais agentes poluidores. Legislações e políticas ambientais e de saneamento básico. Papel dos órgãos governamentais nas vigilâncias epidemiológica, sanitária e da saúde do trabalhador. Importância do manejo de resíduos orgânicos, industriais e hospitalares e da reciclagem. Legislação sobre saúde do trabalhador. Prevenção de doenças e intoxicações exógenas. Legislações ou normas sobre medicamentos, receituário médico e comercialização em farmácias. Avaliação ambiental de agentes físicos e químicos. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Carga Horária Total do Semestre: 560 horas.

Ementa: As Habilidades Profissionais estão alicerçadas na formação do estudante em Metodologias Ativas de Aprendizagem, com o currículo integrado em módulos com a função óbvia de formar o profissional competente para o desempenho da função de médico. O estudante lança mão dos conhecimentos aprendidos nos exercícios de habilidades de comunicação, habilidades médicas e discussão de casos clínicos, integrados diretamente à realização de procedimentos cirúrgicos e atendimentos médicos em laboratórios da instituição, bem como, nas diversas unidades de promoção à saúde do município, sempre com a orientação de professores da Universidade com atenção para a Medicina Social e Preventiva.

Ementa: Construção de projetos coletivos na área da saúde. Tipos de tratamentos para pacientes com dor. Equipamentos de referência e contra-referência junto a UBS para terapia da dor. Terapias alternativas. Papel da equipe multiprofissional na abordagem da dor. Manejo e prevenção de casos de doenças diarreicas. Registros de notificação de doenças diarréicas, auxiliar na atualização. Papel da Vigilância Sanitária no controle das doenças diarréicas.

Ementa: Classificação da dor quanto: tipo, intensidade, origem, freqüência, qualidade. Os fatores desencadeantes da dor. Os elementos neuro-anatomo-fisiológicos da dor e sua correlação com os aspectos clínicos. Mecanismos de lesão tecidual como agentes causadores de dor. Propedêutica da dor, considerando seus aspectos etiológicos e suas conseqüências clínicas. Epidemiologia e as formas de diagnóstico e prevenção da dor. Mecanismos que desencadeiam a dor, bem como o manejo do paciente com dor e os fatores culturais, psicossociais e religiosos envolvidos. A importância da relação médico-paciente no atendimento dos portadores de dor. A complexidade das relações inter-pessoais do paciente com dor e as implicações em sua qualidade de vida. Mecanismos de ação e as indicações dos principais recursos terapêuticos, medicamentosos e não medicamentosos, no controle da dor. Aspectos morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à dor.Recordar a anatomia do Sistema Nervoso Central e Periférico.Identificar os principais métodos de imagem solicitados para avaliação do Sistema Nervoso Central e Periférico e reconhecer as principais alterações do Sistema Nervoso Central e Periférico nesses exames de imagem. Definir inflamações, descrever sua etiopatogênese, classificação, alterações macro e microscópicas e evolução.

Ementa: A inervação dos órgãos da cavidade abdominal (sistema nervoso visceral) e suas vias de integração com o sistema nervoso somático. Dor visceral. Fisiopatologia das manifestações abdominais gerais como: diarréia, constipação, variações de peso, flatulência, dispepsia, etc. A história natural, a sintomatologia clínica, os exames complementares para o diagnóstico e o tratamento das doenças pépticas. Fisiopatologia dos distúrbios viscerais abdominais, suas manifestações clínicas, exames complementares e terapêutica. Sintomas e sinais clínicos gerais das doenças inflamatórias e infecciosas da cavidade abdominal, agudas e crônicas, bem como os exames complementares e a terapêutica. Sintomas e sinais das manifestações abdominais. Principais causas de abdome agudo hemorrágico traumático e de um abdome agudo hemorrágico não-traumático, a sintomatologia e os exames complementares de diagnóstico. Sintomas e sinais de um abdome agudo perfurativo não-traumático. Aspectos morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo. Identificar a anatomia e a histofisiologia dos órgãos constituintes do Sistema Digestório e órgãos anexos (fígado e vesícula biliar). Identificar os principais métodos de imagem solicitados para avaliação do Sistema Digestório, fígado e vesícula biliar e reconhecer nos mesmos as alterações patológicas

Ementa: Importância dos agentes etiológicos (bactérias, vírus, fungos) na gênese das doenças infecciosas e as particularidades que caracterizam a história natural das doenças. A importância do quadro clínico, exame físico e dos exames complementares para o diagnóstico das doenças infecto contagiosas. Sinais e sintomas que ocorrem como manifestações da infecção. Fatores predisponentes e os aspectos epidemiológicos das doenças infecto contagiosas domiciliares prevalentes em nosso meio, as intervenções terapêuticas e preventivas para estas doenças. Fatores predisponentes na etiologia da infecção hospitalar e seus aspectos epidemiológicos relacionados. Formas clínicas graves de manifestação da infecção (sepse, síndrome da resposta inflamatória sistêmica, choque séptico, disfunção de múltiplos órgãos e sistemas) sua epidemiologia, terapêutica e prognóstico. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo. Rever a osteologia e as articulações da coluna cervical. Identificar as regiões anatômicas do pescoço e seus principais conteúdos. Identificar morfofuncionalmente o sistema ventricular. Rever as meninges cranianas, bem como, as suas invaginações e seios. Identificar os músculos e a vascularização do dorso.

Carga Horária Total do Semestre: 680 horas.

Ementa: A disciplina de habilidades profissionais VI, utiliza-se de metodologias ativas e se objetiva, junto ao estudante da graduação, desenvolver as capacidades necessárias ao bom exercício da Medicina. O programa é estruturado de forma que o aluno participe de atendimento médico supervisionado nas áreas de pediatria, cirurgia, ginecologia e obstetrícia e clínica médica, quando realiza consultas médicas junto ao paciente, com a coleta de história, exame físico, discute a indicação de exames complementares, bem como, interpreta os achados desses últimos, sempre acompanhado do professor nas UAPS do município. Realiza exame físico específicos em ginecologia e obstetrícia e procedimentos cirúrgicos ambulatoriais, tanto nos laboratórios da instiuição, como nas UAPS. Realiza reuniões de raciocínio clínico quando debate casos problemas nos quais desenvolve um pensamento lógico para resolução da situação em questão. Participa de reuniões nas quais discute as indicações e interpreta resultados de achados de exames complementares com ênfase nos exames radiológicos. Utiliza o laboratório morfofuncional para estudo dos diversos aparelhos e sistemas do corpo humano.

Ementa:  O INESC VI pretende manter o aluno que foi colocado precocemente no em contato com atividades de atenção à saúde na comunidade geral,e fazê-lo conhecer e participar das atividades desenvolvidas pela Equipe de Saúde da Família relacionadas ao acolhimento e assistência prestada à população portadora de transtorno mental: protocolos, rotinas do atendimento na APS, desafios da assistência a saúde mental, assistência oferecida à família, papel do NASF, rotinas e atendimento oferecido nos CAPS, grupos operacionais que envolvem pessoas com transtornos mentais e demais ações preventivas relacionadas a saúde mental. Identificar rotinas e protocolos incluindo referência e contra-referência, medidas preventivas de patologias mais comuns, bem como conhecer os programas governamentais voltadas para saúde mental. Além disso o aluno deverá reconhecer o papel atribuído a cada profissional da equipe de saúde na assistência prestada a(o) usuária(o) portador de transtorno mental.

Ementa: Distúrbios do humor. O medo patológico. Os distúrbios do comportamento. Principais síndromes psiquiátricas. Indicações de tratamento e opções terapêuticas. A assistência primária à saúde psicossocial (ambulatórios, CAPS). Os fatores sociais como desencadeantes de problemas mentais e comportamentais. A ligação entre queixas somáticas e problemas psicossociais. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: Hemostasia. Distúrbios dos fatores da coagulação. Elementos da cascata de coagulação. A instabilidade hemodinâmica, e as repercussões do choque hipovolêmico. Manifestações clínicas decorrentes dos sangramentos agudos e crônicos. Manifestações clínicas das hemorragias digestivas alta e baixa. Métodos diagnósticos utilizados nas síndromes hemorrágicas e trombóticas. As complicações hemorrágicas das doenças infecciosas, acidentes com animais peçonhentos. Interações medicamentosas que podem levar a distúrbios hemorrágicos. Causas de intoxicação exógena relacionadas aos distúrbios da coagulação. Terapêuticas utilizadas nos distúrbios hemostáticos e de coagulação. Indicações da hemoterapia, do uso de hemoderivados, os riscos transfusionais, bem como as suas repercussões nos aspectos éticos e religiosos. Políticas de saúde relacionadas aos hemoderivados. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: Os fatores psicológicos, sociais e físicos que desempenham um papel na fadiga e/ou perda de peso e as doenças que podem estar por trás dessas queixas. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Carga Horária Total do Semestre: 680 horas.

Ementa: As Habilidades Profissionais estão alicerçadas na formação do estudante em Metodologias Ativas de Aprendizagem, com o currículo integrado em módulos com a função óbvia de formar o profissional competente para o desempenho da função de médico. O estudante lança mão dos conhecimentos aprendidos nos exercícios de habilidades de comunicação, habilidades médicas e discussão de casos clínicos, integrados diretamente à realização de procedimentos cirúrgicos e atendimentos médicos em laboratórios da instituição, bem como, nas diversas unidades de promoção à saúde do município, sempre com a orientação de professores da Universidade com atenção para a Medicina Social e Preventiva.

Ementa: O INESC VII pretende colocar o aluno precocemente em contato com atividades de atenção à saúde na comunidade, fazê-lo conhecer e participar das atividades desenvolvidas pela Equipe de Saúde da Família relacionadas ao acolhimento e assistência prestada aos portadores de necessidades especiais que necessitam de reabilitação, e demais ações preventivas relacionadas a prevenção de agravos das doenças crônicas e condições específicas (TCE, trauma, AVC, hipoxia cerebral, etc). Identificar rotinas e protocolos incluindo referência e contra-referência, medidas preventivas de patologias mais comuns que necessitam reabilitação; bem como conhecer os programas governamentais voltadas para reabilitação. Além disso o aluno deverá reconhecer o papel atribuído a cada profissional da equipe de saúde na assistência prestada a(o) usuária(o).

Ementa: O módulo MXIX - Locomoção e Preensão, junto ao aluno de graduação em Medicina, utiliza-se de metodologias ativas, estruturado de forma longitudinal, e, tem como objetivo promover o desenvolvimento das capacidades necessárias ao bom exercício da Medicina. O programa se baseia no estímulo a um raciocínio clínico e lógico através da apresentação de casos clínicos pré-selecionados e montados com o intuito de despertar, no estudante, a curiosidade e incentivar a pesquisa teórica nas diversas áreas de aprendizagem no curso de Medicina supervisionada pelos tutores e realizadas em salas especiais para o bom aprendizado dos alunos. A morfologia dos músculos estriados esqueléticos e integração dos mesmos com o sistema esquelético. A placa motora e o mecanismo de contração muscular. O Sistema Nervoso Somático e as áreas encefálicas relacionadas à locomoção. A marcha normal. A necessidade de apoio psicológico aos familiares e portadores de doenças incapacitantes. A necessidade de apoio multiprofissional ao processo de adaptação e integração social dos pacientes com perdas locomotoras. Processo de crescimento ósseo, os modos de ossificação, a relação destes processos com a faixa etária e como se caracteriza a idade óssea. O trabalho da Medicina Esportiva na abordagem desses distúrbios, assim como o trabalho de equipe realizado para obtenção da recuperação. Os componentes das diartroses e suas funções. Fisiopatologia da osteoartrite salientando seu caráter inflamatório comprometendo a remodelação cartilagínea e diminuindo a performance articular. Doença ocupacional causada ou agravada pelo trabalho. Fisiopatologia relacionada à DORT: condições anti-ergonômicas e fatores predisponentes individuais e ambientais. Sinais e sintomas mais comuns das DORT. Abordagem terapêutica das principais DORT: medicamentoso, cirúrgico, fisioterápico e outras alternativas terapêuticas, incluindo modificações do ambiente de trabalho. Ação dos neurônios motores somáticos. Perdas musculares e degeneração dos neurônios motores. Políticas públicas de apoio às doenças crônico-degenerativas que levam à perda de locomoção. O tratamento e as propostas terapêuticas avançadas (terapia gênica, terapia com células tronco, novos medicamentos) para as doenças degenerativas neuromusculares. As necessidades de adaptação dos ambientes para os portadores de necessidades especiais, considerando desde a moradia até as áreas de convívio social. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: O módulo MXX – Distúrbios sensoriais, motores e da consciêbncia, junto ao aluno de graduação em Medicina, utiliza-se de metodologias ativas, estruturado de forma longitudinal, e, tem como objetivo promover o desenvolvimento das capacidades necessárias ao bom exercício da Medicina. O programa se baseia no estímulo a um raciocínio clínico e lógico através da apresentação de casos clínicos pré-selecionados e montados com o intuito de despertar, no estudante, a curiosidade e incentivar a pesquisa teórica nas diversas áreas de aprendizagem no curso de Medicina supervisionada pelos tutores e realizadas em salas especiais para o bom aprendizado dos alunos. Os principais distúrbios sensoriais, motores e da consciência, correlacionando suas possíveis etiologias com a compreensão anatomopatológica dos processos envolvidos. Apresentações clínicas que possibilitam realizar diagnósticos sindrômicos, topográficos e etiológicos das principais entidades nosológicas estudadas. As manobras semiológicas e recursos complementares que contribuem para a elucidação diagnóstica dos distúrbios neurológicos. Principais estratégias terapêuticas (farmacológicas e não-farmacológicas) aplicáveis aos distúrbios sensoriais, motores e da consciência. Influência de fatores sociais e comportamentais na gênese e no agravamento das enfermidades neurológicas estudadas, bem como seus possíveis reflexos nas esferas pessoal, familiar, laborativa e social. Os dilemas éticos envolvidos no cuidado aos pacientes com déficits neurológicos de gravidades diversas. A valorização da humanização dos cuidados prestados pela equipe multiprofissional na promoção da qualidade de vida do paciente e de sua inclusão social. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: O módulo MXXI – Dispneia e dor torácica, junto ao aluno de graduação em Medicina, utiliza-se de metodologias ativas, estruturado de forma longitudinal, e, tem como objetivo promover o desenvolvimento das capacidades necessárias ao bom exercício da Medicina. O programa se baseia no estímulo a um raciocínio clínico e lógico através da apresentação de casos clínicos pré-selecionados e montados com o intuito de despertar, no estudante, a curiosidade e incentivar a pesquisa teórica nas diversas áreas de aprendizagem no curso de Medicina supervisionada pelos tutores e realizadas em salas especiais para o bom aprendizado dos alunos. Distúrbios respiratórios e cardiovasculares e fatores que contribuem para o desenvolvimento da dispneia, dor torácica e edemas. Fisiopatologia e exame físico com base em quadros clínicos típicos. Propedêutica e terapêutica indicadas considerando riscos/benefícios e custos. Aspectos da epidemiologia dos distúrbios dos sistemas respiratório e cardiovascular. Aspectos Morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Carga Horária Total do Semestre: 680 horas.

Ementa: A disciplina de habilidades profissionais VII, utiliza-se de metodologias ativas e se objetiva, junto ao estudante da graduação, desenvolver as capacidades necessárias ao bom exercício da Medicina. O programa é estruturado de forma que o aluno participe de atendimento médico supervisionado nas áreas de pediatria, cirurgia, ginecologia e obstetrícia e clínica médica, quando realiza consultas médicas junto ao paciente, com a coleta de história, exame físico, discute a indicação de exames complementares, bem como, interpreta os achados desses últimos, sempre acompanhado do professor nas UAPS do município. Realiza exame físico específicos em ginecologia e obstetrícia e procedimentos cirúrgicos ambulatoriais, tanto nos laboratórios da instiuição, como nas UAPS. Realiza reuniões de raciocínio clínico quando debate casos problemas nos quais desenvolve um pensamento lógico para resolução da situação em questão. Participa de reuniões nas quais discute as indicações e interpreta resultados de achados de exames complementares com ênfase nos exames radiológicos. Utiliza o laboratório morfofuncional para estudo dos diversos aparelhos e sistemas do corpo humano.

Ementa: O INESC pretende colocar o aluno precocemente em contato com atividades de atenção à saúde na comunidade, fazê-lo conhecer e participar das atividades desenvolvidas pela Equipe de Saúde da Família relacionadas ao acolhimento, a atenção prestada aos usuários, o sistema de referência e contra-referência, medidas preventivas que visam evitar complicações agudas e crônicas de diversas patologias, bem como conhecer os programas governamentais voltadas para demanda espontânea enfatizando sua dinâmica, seu planejamento e as principais patologias envolvidas. Além disso, o aluno deverá reconhecer o papel atribuído a cada profissional da equipe de saúde na assistência prestada ao usuário.

Ementa: O curso de Medicina utiliza o sistema de metodologia ativa e é estruturado de forma longitudinal. Tem como objetivo desenvolver no aluno da graduação as capacidades necessárias para o bom exercício da Medicina. O módulo MXXII tem como tema as Desordens Nutricionais e Metabólicas, tendo seu programa baseado no estímulo a um raciocínio clínico e lógico ao apresentar casos clínicos selecionados e montados com o intuito de despertar, no estudante, a curiosidade e incentivar a pesquisa teórica nas diversas áreas de aprendizagem no curso de Medicina supervisionada pelos tutores e realizadas em salas especiais para o bom aprendizado dos alunos. A ênfase no módulo está no reconhecimento do funcionamento normal e alterado dos sistemas endócrino, pulmonar, renal e gastrointestinal. O aluno deverá correlacionar as alterações discutidas nas sessões de tutoria com o aprendizado ocorrido nos laboratórios de morfofuncional no qual reconhece as estruturas anatômicas dos sistemas endócrino, pulmonar, renal e gastrintestinal, tanto em estruturas normais, como em estruturas anatômicas alteradas pelas doenças identificadas nos diversos casos problemas verificados no módulo. Reconhecer, nas reuniões de práticas funcionais de imagem, as alterações evidenciadas em imagenologia das estruturas anatômicas dos diversos aparelhos e sistemas, sua fisiologia e possíveis alterações evidenciadas em cada um dos diversos métodos de imagem disponíveis na prática médica diária do médico generalista, como raios X ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética e densitometria óssea encontradas em alterações dos sistemas endócrino, pulmonar, renal e gastrintestinal. Em reuniões de raciocínio clínico do aluno é estimulado a reconhecer os diagnósticos diferenciais de causas prevalentes de procura ativa às unidades de pronto atendimento, através do desenvolvimento de um raciocínio clínico e lógico, com ênfase nas patologias mais comuns verificadas em estudos epidemiológicos com base regional e nacional.

Ementa: O módulo MXXIII – Manifestações externas das doenças e Iatrogenias, junto ao aluno de graduação em Medicina, utiliza-se de metodologias ativas, estruturado de forma longitudinal, e, tem como objetivo promover o desenvolvimento das capacidades necessárias ao bom exercício da Medicina. O programa se baseia no estímulo a um raciocínio clínico e lógico através da apresentação de casos clínicos pré-selecionados e montados com o intuito de despertar, no estudante, a curiosidade e incentivar a pesquisa teórica nas diversas áreas de aprendizagem no curso de Medicina supervisionada pelos tutores e realizadas em salas especiais para o bom aprendizado dos alunos. Manifestações externas das doenças sistêmicas e locais, compreendem os aspectos clínicos, a fisiopatologia e as intervenções propedêuticas e terapêuticas. Iatrogenias e as possíveis etiologias nas diferentes faixas etárias, bem como suas implicações éticas, bioéticas e as responsabilidades do médico. Aspectos morfofuncionais, normais e patológicos, e imagenológicos aplicados à temática do módulo.

Ementa: Ementa O curso de Medicina utiliza o sistema de metodologia ativa e é estruturado de forma longitudinal. Tem como objetivo desenvolver no aluno da graduação as capacidades necessárias para o bom exercício da Medicina. O módulo MXXIV tem como tema Emergências, tendo seu programa baseado no estímulo a um raciocínio clínico e lógico ao apresentar casos clínicos selecionados e montados com o intuito de despertar, no estudante, a curiosidade e incentivar a pesquisa teórica nas diversas áreas de aprendizagem no curso de Medicina supervisionada pelos tutores e realizadas em salas especiais para o bom aprendizado dos alunos. A ênfase no módulo está no reconhecimento dos quadros clínicos agudos mais prevalentes na prática clínica reconhecendo a necessidade de remoção e atendimento de emergência nos prontos atendimentos e prontos-socorros verificando a necessidade de atendimento prioritários nesses casos. O aluno deverá correlacionar as alterações discutidas nas sessões de tutoria com o aprendizado ocorrido nos laboratórios de morfofuncional no qual reconhece as estruturas anatômicas dos sistemas nervoso central e periférico, cardiovascular, pulmonar e gineco-obstétrico nos diversos casos problemas verificados no módulo. Reconhecer, nas reuniões de práticas funcionais de imagem, as alterações evidenciadas em imagenologia das estruturas anatômicas dos diversos aparelhos e sistemas, sua fisiologia e possíveis alterações evidenciadas em cada um dos diversos métodos de imagem disponíveis na prática médica diária do médico generalista, como raios X ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética encontradas nos diversos casos de emergência discutidos nas tutorias e reuniões do laboratório morfofuncional, com ênfase nos sistemas nervoso central, cardiovascular, pulmonar e gineco-obstétrico. Em reuniões de raciocínio clínico do aluno é estimulado a reconhecer os diagnósticos diferenciais de causas prevalentes de procura ativa às unidades de pronto atendimento, através do desenvolvimento de um raciocínio clínico e lógico, com ênfase nas patologias mais comuns verificadas em estudos epidemiológicos com base regional e nacional, bem ênfase nos quadros caracterizados como emergência e urgência médicas.

Carga Horária Total do Semestre: 680 horas.

Ementa: Exercício de atividades práticas em ambiente hospitalar, sob supervisão do docente, em Pediatria Geral, com foco na criança e Neonatologia com foco no recém-nascido e lactente. Desenvolvimento prático de atividades em ambulatórios, enfermaria, berçário, sala de parto, atenção primária em Saúde da Família e atividades acadêmicas com discussão de casos clínicos documentados e sessões anátomo-patológicas.

Ementa: O estágio de ginecologia e obstetrícia intitulado de Atenção a Saúde da Mulher, deverá ocorrer no Hospital Regional Antônio Dias, utilizando o alojamento conjunto, ambulatório de ginecologia e obstetrícia do pronto atendimento e do ambulatório de retorno, pré-parto, bloco obstétrico e cirúrgico. Serão utilizados também, alguns ambulatórios da rede municipal para o acompanhamento pré- natal, mastologia, propedêutica do colo e planejamento familiar.

Ementa: O internato tem como objetivo precípuo desenvolver e aperfeiçoar as competências e habilidades profissionais desejáveis de acordo com o perfil do médico a ser formado, previsto no projeto pedagógico do curso de Medicina do UNIPAM, e com base nas diretrizes curriculares nacionais para os cursos de graduação em Medicina. No caso específico, exercício de atividades práticas em clínica cirúrgica geral e ortopedia sob supervisão do docente em ambiente hospitalar com atividades em enfermaria, centro cirúrgico, pronto atendimento e ambulatórios. Atividades acadêmicas com discussão de casos clínicos documentados na forma de tutoria, discussões de artigos científicos e sessões anátomopatológicas

Ementa: Exercício de atividades práticas em clínica médica geral sob supervisão do docente em ambiente hospitalar com atividades em enfermaria. Atendimento em hospital-dia de saúde mental. Atendimento em ambulatórios de especialidades médicas. Participação de atividades do programa estadual de assistência aos hipertensos e diabéticos (Hiperdia). Atividades acadêmicas com discussão de casos clínicos documentados na forma de tutoria, discussões de artigos científicos e sessões anátomo-patológicas.

Carga Horária Total do Semestre: 1440 horas.

Ementa: Estágio obrigatório, de caráter eletivo, onde o estudante terá a oportunidade de conhecer e praticar sob supervisão local, em serviços de saúde conveniados com a instituição, dentro da área de atuação profissional do médico, em instituições de saúde nacionais ou internacionais que tenham relação com seu interesse pessoal e profissional no momento atual e futuro.

Ementa: Exercício de atividades práticas em Saúde Pública sob supervisão do docente em ambientes de manejo e gestão de problemas de saúde coletiva com atividades em serviços de saúde, secretarias de saúde de municípios parceiros, unidades de atenção primária em Saúde da Família com foco na epidemiologia e vigilância em saúde, Unidades de Manejo da Saúde Ambiental), Centro de Vigilância Epidemiológica, Centro de Vigilância Sanitária, atividades acadêmicas com discussão de casos de intervenção em problemas de saúde coletivos.

Ementa: Exercício de atividades práticas em Saúde Pública sob supervisão do docente em ambientes de manejo e gestão de problemas de saúde coletiva com atividades em serviços de saúde, secretarias de saúde de municípios parceiros, unidades de atenção primária em Saúde da Família com foco na epidemiologia e vigilância em saúde, Unidades de Manejo da Saúde Ambiental), Centro de Vigilância Epidemiológica, Centro de Vigilância Sanitária, atividades acadêmicas com discussão de casos de intervenção em problemas de saúde coletivos.

Ementa: Exercício de atividades práticas em clínica médica geral focadas em urgência e emergência, sob supervisão, em ambiente pré-hospitalar fixo, pré-hospialar móvel e hospitalar. Atividades acadêmicas com discussão de casos clínicos documentados na forma de tutoria, discussões de artigos científicos e práticas em laboratório de habilidades.

Ementa: O regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso. A orientação da pesquisa. Projeto de pesquisa: partes constituintes e normas técnicas. Comitê de ética em pesquisa. Acompanhamento individual e em grupos, do processo de elaboração do projeto de pesquisa

Carga Horária Total do Semestre: 1540 horas.

MAURA REGINA GUIMARÃES RABELO

MAURA REGINA GUIMARÃES RABELO

E-mail: maura@unipam.edu.br

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia (1989). Especialização em Programa de Educação médica continuada (1993). Título de Especialista em Medicina da Família e...

Acesse o Currículo: Clique Aqui


CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Estabelecidos no ESTATUTO conforme Art. 117 ao Art. 123.

ACESSE O ESTATUTO

Laboratórios e Ambientes





4

ENADE

CONCEITO MEC

Grau:
Bacharelado

Duração:
12 Semestres

Vagas:

Mensalidade:

Veteranos 2011 a 2017 R$ 6.708,00
Veteranos 2018 R$ 6 817,00
Ingressantes 2019 R$ 6.960,00

Avise-me sobre o próximo Vestibular

Última atualização: 02/01/2019 17:30

Notícias

Resultado do processo seletivo para ingresso no curso de Medicina
22/03/2019 17:04    Resultado do processo...

[+] Leia Mais...

Congresso de Ultrassom em Ginecologia e Obstetrícia será realizado no UNIPAM
21/03/2019 15:37    Sarah Dieine Congresso de Ultrassom...

[+] Leia Mais...

Edital de Transferência para o curso de Medicina
20/03/2019 13:05    ASCOM UNIPAM Edital de Transferência...

[+] Leia Mais...

Medicina - Comunicado aos interessados
14/03/2019 11:25    Medicina - Comunicado...

[+] Leia Mais...

Egressos de Medicina são aprovados em Programas de Residência Médica em todo o país
11/03/2019 14:56    Sarah Dieine Egressos de Medicina...

[+] Leia Mais...

Alunos do UNIPAM participam do “Projeto Rondon”
21/02/2019 17:47    Sarah Dieine Alunos do UNIPAM...

[+] Leia Mais...

Alunos do Projeto Rondon embarcam para Boqueirão do Piauí
21/01/2019 11:59    Pollyana Silva Alunos do Projeto Rondon...

[+] Leia Mais...

UNIPAM abre as inscrições do Bolsa Social
08/01/2019 09:19    ASCOM UNIPAM UNIPAM abre as...

[+] Leia Mais...

Professor e alunos de Medicina participam de Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia
26/11/2018 16:29    Sarah Dieine Professor e alunos de...

[+] Leia Mais...

Curso de Medicina participa de Congresso Brasileiro de Educação Médica
26/11/2018 10:44    ASCOM UNIPAM Curso de Medicina...

[+] Leia Mais...

Alunos de Medicina reformam Unidade Básica de Saúde do bairro Nova Floresta
22/11/2018 17:46    Laryssa Caixeta Alunos de Medicina...

[+] Leia Mais...

Curso de Medicina promove III Mostra Científica
21/11/2018 09:35    ASCOM UNIPAM Curso de Medicina...

[+] Leia Mais...

UNIPAM divulga datas das colações de grau dos formandos de 2018
30/10/2018 13:06    ASCOM UNIPAM UNIPAM divulga datas das...

[+] Leia Mais...

Professoras do UNIPAM publicam capítulo de livro sobre qualidade de vida e saúde
30/10/2018 08:58    ASCOM UNIPAM Professoras do UNIPAM...

[+] Leia Mais...

Professores do UNIPAM participam de curso para preceptoria de residência médica
30/10/2018 08:45    ASCOM UNIPAM Professores do UNIPAM...

[+] Leia Mais...

Edital para o processo seletivo de residência médica
26/09/2018 09:38    ASCOM UNIPAM Edital para o processo...

[+] Leia Mais...

Liga Acadêmica de Psiquiatria promove ações durante a “Campanha Setembro Amarelo”
12/09/2018 17:16    Sarah Dieine Liga Acadêmica de...

[+] Leia Mais...

Aconteceu no UNIPAM I Simpósio Médico de Radiologia e Emergência
27/08/2018 12:21    ASCOM UNIPAM Aconteceu no UNIPAM I...

[+] Leia Mais...

Alunos de Medicina realizam projeto de biblioterapia no CAPS II
09/08/2018 15:03    Laryssa Caixeta Alunos de Medicina...

[+] Leia Mais...

Processo seletivo para ingresso no curso de Medicina por meio de transferência
16/07/2018 15:05    Processo seletivo para...

[+] Leia Mais...

Inauguração das barracas universitárias acontece sábado
15/05/2018 10:40    Pollyana Silva Inauguração das...

[+] Leia Mais...

Aluno de Medicina participa de Congresso em Campinas
10/05/2018 14:55    ASCOM UNIPAM Aluno de Medicina...

[+] Leia Mais...

Núcleo de Apoio Psicopedagógico desenvolve “Projeto de Mentoria” para alunos de Medicina
10/05/2018 14:48    ASCOM UNIPAM Núcleo de Apoio...

[+] Leia Mais...

Cerca de 70% dos médicos formados no UNIPAM no último ano foram aprovados em residências
04/05/2018 13:50    Laryssa Caixeta Cerca de 70% dos...

[+] Leia Mais...

I Simpósio Médico de Imagens Cardiovasculares será realizado em Patos de Minas
04/05/2018 11:07    Sarah Dieine I Simpósio Médico de...

[+] Leia Mais...

Prêmio José Muriel Cardoso é concedido aos primeiros colocados do Vestibular 2018
23/04/2018 15:04    Pollyana Silva Prêmio José Muriel...

[+] Leia Mais...

Liga Acadêmica de Medicina fecha parceria com Fundação Pró-Curar-Se
12/04/2018 13:19    ASCOM UNIPAM Liga Acadêmica de...

[+] Leia Mais...

Jornada Multidisciplinar em Saúde Mental é realizada no UNIPAM
14/03/2018 10:21    Matheus Alves Jornada Multidisciplinar...

[+] Leia Mais...

Medicina de Família e Comunidade é tema de Mural Informativo
06/03/2018 10:20    ASCOM Medicina de Família e...

[+] Leia Mais...

Alunos de Medicina e Psicologia realizam I Jornada Multidisciplinar em Saúde Mental
27/02/2018 17:03    Sarah Dieine Alunos de Medicina e...

[+] Leia Mais...

UNIPAM/ FEPAM e parceiros entregam kits escolares a crianças carentes
23/02/2018 13:20    Pollyana Silva UNIPAM/ FEPAM e...

[+] Leia Mais...

unipam hackeada por cooldsec
22/02/2018 12:37    Laryssa Caixeta unipam hackeada por...

[+] Leia Mais...

Inscrições para o PIBIC estão abertas
20/02/2018 11:06    Pollyana Silva Inscrições para o...

[+] Leia Mais...

Ex-aluna de Medicina é aprovada em residência médica
26/12/2017 16:26    Sarah Dieine Ex-aluna de Medicina é...

[+] Leia Mais...

I Simpósio Médico de Neurorradiologia será realizado no UNIPAM
22/11/2017 11:01    ASCOM UNIPAM I Simpósio Médico de...

[+] Leia Mais...

Curso de Medicina promove Mostra Científica
14/11/2017 16:18    ASCOM UNIPAM Curso de Medicina...

[+] Leia Mais...

Professor do UNIPAM conclui Mestrado
31/10/2017 13:48    Sarah Dieine Professor do UNIPAM...

[+] Leia Mais...

Com ampla programação, COMED inicia atividades
27/10/2017 08:10    Sarah Dieine Com ampla programação,...

[+] Leia Mais...

Professores e alunos de Medicina apresentam trabalho em Porto Alegre
25/10/2017 13:22    ASCOM UNIPAM Professores e alunos de...

[+] Leia Mais...

Curso de Medicina promove COMED
23/10/2017 13:09    Sarah DIeine Curso de Medicina...

[+] Leia Mais...

Aluna de Medicina participa de Congresso em Belo Horizonte
11/10/2017 14:09    Sarah Dieine Aluna de Medicina...

[+] Leia Mais...

Alunos de Enfermagem e Medicina participam de Mostra de Pesquisa
04/10/2017 15:38    ASCOM UNIPAM Alunos de Enfermagem e...

[+] Leia Mais...

Professor do UNIPAM participa de congresso em Londres
21/08/2017 10:14    ASCOM UNIPAM Professor do UNIPAM...

[+] Leia Mais...

DCE e DA’s promovem mais uma edição da Campanha do Agasalho
04/07/2017 14:34    Sarah Dieine DCE e DA’s promovem...

[+] Leia Mais...

Assessor Jurídico do UNIPAM desenvolve aplicativo sobre o novo Código de Processo Civil
09/06/2017 15:04    Laryssa Caixeta Assessor Jurídico do...

[+] Leia Mais...


Depoimentos

A medicina nunca foi e nunca será um caminho fácil. É preciso muito amor e dedicação no que se faz. O curso permite que o aluno cresça não apenas como profissional, mas também como ser humano.

Ângela Fernandes
Ângela Fernandes - Aluna UNIPAM

Na medicina assumimos muitas responsabilidades de forma precoce, porque ao contrário de outras profissões, assumimos funções de chefia muito cedo. Além disso, é uma profissão marcada pelas oportunidades.

Diego Francisco
Diego Francisco - preceptor de estágio em Medicina de Família de curso de medicina e diretor técnico de clínica particular.

Estudar no UNIPAM foi mágico, não mediram esforços para que pudéssemos ter o melhor curso. Lá aprendi a ser médico sem deixar de ser humano. Atualmente atuo como médico da estratégia de saúde da família na Unidade de Atenção Primária à Saúde (UAPS) Jardim Panorâmico de Patos de Minas.

Pedro Paulo
Pedro Paulo - Médico da estratégia de saúde da família na UAPS

Estudar no UNIPAM foi ter a possibilidade de expandir meus horizontes em busca de novos (re) significados para a conquista diária dos meus objetivos.

Marcos Leandro
Marcos Leandro - Médico de Família e Comunidade – PSF (Patos de Minas)

Galeria

Eventos

 Liderança: desatando nós e criando laços
Liderança: desatando... 24/08/2019 à 24/08/2019

Os participantes deverão fazer a...

Saiba mais

Curso de Nutrição Esportiva
Curso de Nutrição... 11/05/2019 à 11/05/2019

A inscrição deverá ser feita no site...

Saiba mais

Treinamento Paralímpico
Treinamento Paralímpico 27/04/2019 à 28/04/2019

Os alunos devem se inscrever pelo site,...

Saiba mais

Evento do Unipam
Empreendedorismo Social... 07/03/2019 à 07/03/2019

...

Saiba mais

Evento do Unipam
Concurso de Fotografias 08/05/2018 à 11/05/2018

- O pagamento e entrega das...

Saiba mais

Evento do Unipam
Submarino - Segurança... 09/03/2019 à 09/03/2019

O evento será dia 09/03/2019 das...

Saiba mais

Evento do Unipam
ANTES, DURANTE E DEPOIS 31/08/2018 à 31/08/2018

Evento vai acontecer dia 31/08,bloco N.

Saiba mais

VISITA TÉCNICA AO LABORATÓRIO DE FURNAS
VISITA TÉCNICA AO... 22/03/2019 à 22/03/2019

As inscrições deverão ser realizadas...

Saiba mais

Cursos

 Liderança: desatando nós e criando laços
Liderança: desatando... 24/08/2019 à 24/08/2019

Os participantes deverão fazer a...

Saiba mais

Curso de Nutrição Esportiva
Curso de Nutrição... 11/05/2019 à 11/05/2019

A inscrição deverá ser feita no site...

Saiba mais

Treinamento Paralímpico
Treinamento Paralímpico 27/04/2019 à 28/04/2019

Os alunos devem se inscrever pelo site,...

Saiba mais

Evento do Unipam
SUBMARINO 28/04/2018 à 28/04/2018

Andressa Ariely - CEO da empresa O Bem...

Saiba mais

Evento do Unipam
Caracterização... 01/02/2019 à 01/02/2019

Saiba mais

Evento do Unipam
CURSO LIVRE DE LIBRAS... 16/02/2019 à 29/06/2019

O curso é aberto para qualquer tipo de...

Saiba mais

Evento do Unipam
Módulo I - Introdução... 12/03/2019 à 12/03/2019

O grupo de estudos, como atividade de...

Saiba mais

Evento do Unipam
II CURSO DE MEDICINA... 01/09/2018 à 01/09/2018

LEVAR BLOCOS DE ANOTAÇÕES E...

Saiba mais